terça-feira, 1 de outubro de 2013

3 anos do Caso Tatiana!

 
 


 
Nesse mês de outubro o CASO TATIANA completa 3 ANOS e para pedir justiça nos reunimos e estamos fazendo essa campanha na net. Contamos com você!
 
Pedimos humildemente que compartilhe essa foto nas suas redes sociais e se possível peça aos seus amigos para também abraçarem essa corrente!
 
 
Nesse ano o brasileiro se mostra revoltado com as injustiças!
Esse é o nosso grito!
#QueremosJustiça
 

 

quinta-feira, 29 de agosto de 2013

Palavras de uma amiga e profissional!

 
Por Bruna Santos
(Fisioterapeuta)
 

Tenho muita coisa pra falar de Tati que é uma grande guerreira, pois no auge de sua juventude, no vigor de sua saúde teve de enfrentar uma grande tribulação.

Ficar numa cama dependendo de outras pessoas e passando por muitas dificuldades.

Mas graça a Deus pôde contar com sua família, seu marido dedicado, seus amigos verdadeiros e alguns anjos enviados de Deus.

Hoje com passar do tempo ela pode olhar pra trás e dizer: Eu venci!!!

Hoje Rafaelzinho é mais uma prova que Deus tem olhado pra ela e se compadecido das suas lutas.

Tive o privilegio de poder ser por uns dias sua fisioterapeuta e comprovar todo seu esforço e coragem de vencer e superar seu sofrimento e dores todos os dias.

Sou honrada e grata a Deus pois pude aprender muito com seu caso e também com sua lição de vida.

Hoje posso dizer que somos amigas e espero que esta amizade dure sempre.

Louvo a Deus pela sua vida querida amiga e te desejo infinitas bênçãos!!!!

quarta-feira, 26 de junho de 2013

Jornal da Paraíba - reportagem dia 5 de agosto de 2012


A CAMPANHA CONTINUA... www.casotatiana.com.br #EstamosJuntos !!!

Agradeço humildemente a todos que apoiam a nossa causa!!!
Aos que desde o início andam lado a lado conosco...
E aos que estão chegando agora...
O nosso muito obrigado de todo coração!

Lembrando...

"Quem comete uma injustiça é sempre mais infeliz que o injustiçado."
Platã


 www.casotatiana.com.br  #EstamosJuntos

terça-feira, 14 de agosto de 2012

PRF morre!!!

Não foi o primeiro!!!
A PB é especialista nisso ou matam ou deixam sequelados!!!

Não me conformo... Desculpem!!!

http://noticias.r7.com/videos/colegas-denunciam-abuso-em-treinamento-onde-policial-morreu-afogado/idmedia/5028536dfc9bea7cf3296e10.html

...A pergunta fica... Será q esse moço, atleta, já veio aqui p PB morto para o curso...
Pq é isso q os "monstros" daqui alegam...
...O CAD Jimmy foi pro curso doente...
...Eu levei a lesão pro meu curso...
...O q CAD q morreu depois de mim d parada cardíaca...
Etc.

Vcs se acham?!

***REVOLTADA, é pouco!!!***

Que droga, ninguém vê isso???

(O caso do PRF foi relacionado ao meu por uma emissora de alcance estadual daqui... Meu caso sempre ficou pela PB mesmo... Louvo a Deus q o desse PRF foi a nível nacional... - Fica meus sentimentos a família, vou orar p Deus dá conforto!!!)

Reportagem da Tv Borborema - filiada do SBT

Essa reportagem fez um pouco de tempo...

http://www.youtube.com/watch?v=9pYzH1dR7g0

segunda-feira, 23 de julho de 2012

Desejo de JUSTIÇA...

Por Ricardo Antunes
(Compartilhado em seu Facebook pessoal, ontem à noite!)
       Boa Noite a todos!
       Venho chamar atenção dos amigos, colegas e qualquer pessoa que tenha acesso a esse tipo de ferramenta informativa, sei que a muito venho postando diversos temas como muitos fazem aqui no face até porque é um meio de entretenimento pra mim e acredito que para alguns também seja.
       No entanto esse assunto em questão que estou abordando fala a respeito de algumas negligências por instruções realizadas por algumas instituições militares, nos cursos de formações de alunos, cadetes ou oficiais; se tiverem a oportunidade de acompanhar a reportagem no primeiro caso ainda a ser apurado com mas afinco, já no segundo há algum tempo vem se arrastando tanto com a justiça, como se não fizermos nada irá se deixar em puni um ato a quem de fato deveria está sendo punido seja o sistema ou a instituição um caso que não deveria ser exposto a publico.
       Mas sim sanado da melhor forma possível; logo em seguida vem os questionamentos RICARDO ANTUNES, mas o que você ta ganhando com isso o que a garota Tatiana é minha ou se tem algum interesse politico por traz?
       De pronto respondo a todos: NÃO estou ganhando nada, ate porque fazer o bem e ajudar o próximo não é ruim e nem tira sua dignidade e também não espero ganhar uma vaga no céu por cada boa ação que pratico.
       Porque Deus é justo e sabe dos pecados de cada um de nós também, a Tatiana da reportagem não é nada minha, apenas filha de um casal que admiro muito chamado Tarcisio e Eliete, no qual testemunhei o quanto era importante para a filha deles seguir a carreira do pai.
       E hoje se ver impossibilitada no momento sem poder se locomover direito, e só quem sabe a dor maior pelo qual tudo se passa são os pais e o esposo que acompanha o sofrimento de perto em noites em claros de dor.
       Então também no lugar de pai, pois tenho uma filha, e se por natureza estivesse nessa situação oraria muito e sei que eles são pessoas de fé primeiramente e pediria muita força. E mais fé pra não entrar em desespero e acima de tudo poder contar com amigos e colegas pra qualquer ajudar que venha a dar esperança de resolução desse caso.
       Questão politica nenhuma mesmo sendo época e período não sou candidato a nada, não tenho apoio politico vinculado a ninguém a não ser os mais próximos e mesmo assim se algum vier se manifestar a ter interesse a auxiliar ela sem demagogia, mas por ser humano e por fazer essa situação de alavancar votos será bem vinda por tanto que tenha um fundamento especifico de ajudar e não se fazer marketing.
       Bom, serei incisivo nessa questão e estarei sempre postando sempre que possível sei que como o caso dela deve haver muitos e que por uma razão ou outra não expõe por receio, medo ou algo do gênero espero que o Caso Tatiana não fique em puni como os demais sem mas,...

Atenciosamente.






http://globotv.globo.com/rede-paraiba/jpb-1a-edicao/v/e-grave-estado-de-saude-de-policial-que-sofreu-acidente-durante-treinamento-da-prf-na-pb/2046779/

É grave estado de saúde de policial que sofreu acidente durante treinamento da PRF na PB
globotv.globo.com
Mãe de Fernando Luís quer que ele seja transferido para hospital de Curitiba,

É grave estado de saúde de policial que sofreu acidente durante treinamento da PRF na PB
globotv.globo.com
Mãe de Fernando Luís quer que ele seja transferido para hospital de Curitiba...

sexta-feira, 20 de julho de 2012

Notícia!!

http://g1.globo.com/videos/paraiba/jpb-1edicao/t/joao-pessoa/v/e-grave-estado-de-saude-de-policial-que-sofreu-acidente-durante-treinamento-da-prf-na-pb/2046779/

Sentimos muito por tudo!!!
E nós do caso Tatiana estamos a disposição da família!!!

OBS: Minha lesão principal foi a coluna... Hérnia e degeneração discal! Fibromilgia!!!

Olha só! Isso me revolta!!!

É grave o estado de saúde de PRF que se afagou durante treinamento na PB

http://g1.globo.com/videos/paraiba/bom-dia-pb/t/edicoes/v/e-grave-o-estado-de-saude-de-prf-que-se-afagou-durante-treinamento-na-pb/2045916/

Autoridades, nós estamos aqui!!!

Peço ajuda a vc cidadão para lutar contra os abusos nos cursos militares...
Estamos juntos nessa luta!!!

terça-feira, 5 de junho de 2012

Mesmo sem entender...

 

 Por Thalles Roberto

Deus, mesmo que eu não consiga entender
E queira tudo do meu jeito
Eu até choro e as vezes até chego a dizer
Por que é que tem que ser tão difícil pra mim
Parece que é difícil só pra mim
Eu sei seus pensamentos são mais altos que os meus
O teu caminho é melhor do que o meu
Tua visão vai além do que eu vejo
O senhor sabe exatamente o que é melhor pra mim
E mesmo que eu não entenda o seu caminho, eu confio
E, Deus, porque sou tão pequenino assim
Vou ficar quetinho aqui em seu colo
Esperando o tempo certo de tudo
Porque eu sei que vais cuidar de mim
E o seu melhor está por vir
Eu sei que é o melhor pra mim
Mesmo sem entender, mesmo sem entender
Mesmo sem entender, eu confio em ti
Mesmo sem entender, eu sei que é o melhor pra mim
Mesmo sem entender

segunda-feira, 21 de maio de 2012

TRATAMENTO FISIOTERAPÊUTICO DE TATIANA


Por Sheila Agra (Fisioterapeuta).



            Há alguns meses, ou seja, muitos meses minha amiga Daniele me falou de uma amiga dela que havia sofrido um terrível acidente, falo terrível, pois o tratamento que ela recebeu por parte das pessoas com as quais ela estava, foi um tratamento que não é dado nem a animais, mas enfim ela chegou pra mim na clínica escola da FCM numa manhã de quarta feira, com o diagnóstico clínico de protrusão discal.

            Só que pela ressonância magnética podemos ver que o caso era muito mais grave, ela havia sofrido uma lesão medular devido aos esforços que foi obrigada a fazer em certo curso no qual a mesma estava participando.

            A paciente sentia fortes dores e ausência total de movimentos dos MMII, ausência de sensibilidade nos mesmos e havia recebido o diagnóstico negativo dos médicos quanto a sua deambulação, vendo esse diagnóstico logo encaminhei a mesma para o setor de neurologia cujo tratamento era mais voltado para a paciente, mas seus olhos nunca saíram da minha cabeça eu tinha certeza que ela iria andar e era eu que iria ajuda-la nisso depois de algumas idas e vindas importo-me em salientar que muitas vezes lá estava eu me intrometendo nas condutas que com ela eram feitas.

            As dores que ela sentia eram tão fortes que a impediam de tentar focar a atenção na deambulação, à guerreira não se entregou ela lutou foi para outro estado tentar algo que elucidasse melhor sua patologia, chegando lá viu que além de tudo depois do acidente ainda teria desenvolvido uma fibromialgia devido a grande quantidade de tempo que passou usando alguns tipos de medicamentos e devido também ao grau de mobilidade perdido, que não era melhor devido aos cuidados que recebia do marido que a mimava de todas as maneiras...

            Voltando a Campina Grande começou a se desanimar com os tratamentos que estava recebendo, parou um pouco a fisioterapia, mas devido a sua fé e a minha, numa certa quarta feira de janeiro, voltamos a nos encontrar e iria fazer tratamento no setor de traumortopedia, era justamente o meu setor.

            Eu já era apaixonada pela paciente, uni o útil ao agradável e avaliei a paciente, paciente esta que quase me desanimou com seu quadro clínico e diagnóstico de Fibromialgia, tudo que eu pedia para a mesma fazer ela dizia que não podia. Eu sabia que era difícil, mas não impossível por sua musculatura o tônus e o trofismo só me mostravam a mesma na posição bípede e deambulando. Começamos o tratamento fisioterapêutico que consistia em:

            Terapia Manual técnicas manipulativas na coluna vertebral para que houvesse um ganho de mobilidade das vértebras;

            Eletroterapia, pois como a mesma sentia muita dor alguns recursos eletrotermofototerápicos foram necessários para aliviarmos a dor facilitando os movimentos;

            Cinesioterapia foi necessária, pois os encurtamentos eram importantes e as atrofias também, começamos com exercícios isométricos, passando para os ativos livres, depois para os resistidos, proprioceptivos e todos os exercícios pertinentes a sua patologia.

            Atualmente já envolvemos a mecanoterapia, reconheço a minha forte emoção neste dia não chorei porque preciso ser durona, mas não sou. Seu quadro clínico evoluiu bastante hoje a guerreira já anda sem muletas não é Ronne?!

            O tônus muscular melhorou, o trofismo é notado à melhora conforme fazemos a perimetria, força muscular do grau zero hoje se encontra em quatro e chegaremos em breve ao cinco que o limite, enfim a melhora de Tatiana merece realmente um testemunho, pois ela é um milagre divino.

            A paciente para mim foi uma das minhas grandes vitórias enquanto profissional, mas não tenho nenhum mérito nisso, ninguém consegue metade dos resultados que conseguimos com Tatiana sem que haja fé, força de vontade, amor e Deus no coração e tudo isso Tati tem de sobra, aprendi com ela a perseverar em Deus e acreditar nos nossos ideais sempre.

segunda-feira, 12 de março de 2012


Dia Internacional da mulher

Por Rosali  M. Pinto

O Dia Internacional da Mulher traz consigo a lembrança da dor, como uma segunda pele desta verdade, um lembrete de que sem dor não há conquista.

O dia 8 de Março foi consagrado pelas Nações Unidas, no ano de 1857, o Dia Internacional da Mulher, como uma forma de homenagear as 130 operárias têxteis que, ao reivindicarem melhores condições de trabalho em uma fábrica em Nova Iorque (EUA), decidiram entrar em greve, pois como operárias trabalhavam iguais aos homens e recebiam apenas um terço do salário. Desejavam também respeito em seus lugares de trabalho, pois eram constantes as agressões e o desrespeito praticado para com as mesmas. Por esse motivo foram trancadas na fábrica e queimadas vivas. Em 1910 Numa Conferência Internacional na Dinamarca, foi decidido marcar esse dia como um monumento às mártires de Nova York.

Como seria maravilhoso que essa homenagem lavasse a alma, apagasse as lembranças dolorosas e abrisse de fato um lugar definitivo à mulher, não apenas no mercado de trabalho, mas também no mundo. Infelizmente não é isto que vemos estampado nos noticiários, e nas páginas policiais.

 Apesar de todo o infortúnio, as mulheres ao longo dos anos têm avançado e conquistado seu espaço, não sem luta, pois a luta tornou-se o seu rótulo.

Quem é a mulher num contexto latino patriarcal e sexista. Que olhares lhe são dirigidos e que conceitos lhe são tecidos? Mãe, esposa,operárias, chefes, etc, porém esses conceitos não finalizam todas as opiniões,  não apenas os homens, mas Deus tem um conceito da mulher que deve ser apreciado, pois Ele é o seu criador.

Na Bíblia Deus descreve a mulher como digna. Em Gênesis lemos que o homem e a mulher foram criados à imagem e semelhança de Deus, ambos são dotados de capacidade para pensar, discernir, e criar. O relato da criação nos fala que, que depois de Deus ter criado o homem e a mulher, os olhou e viu que era muito bom. Essa verdadeiramente é uma opinião real, pois o criador sabe muito mais que os observadores que só vêem o exterior.

Como mulheres, somos aceitas por Deus, por isso não devemos buscar nos igualar a modelos masculinos para encontrar nosso espaço e ser valorizada. Somos femininas e fomos criadas e amadas assim. Somos dignas, parceiras, auxiliadoras idôneas, trabalhadoras, mães, representantes do poder público em todas as suas escalas, porém não devemos nos esquecer, que em meio a tantos papéis desempenhados devemos sempre buscar em primeiro lugar glorificar a Deus em tudo que fazemos, pois para isso fomos criadas.

sábado, 3 de março de 2012


O valor de um sonho

Por Iamara Policarpo

Datas marcantes se aproximando, para quem ainda desconhecem dia 05 de março faz exatamente 01 ano e 5 meses de um fato que particularmente me deixou perplexa, o “caso Tatiana”. Caso esse que aos meus olhos já deveria ter tido uma solução, um olhar e agir diferente dos até então “tachados” de poderosos políticos.

Bem, como prima muitos pode pensar “Ah, é da família lógico que vai defender”, aliás, isso é normal sendo eu tão próxima, mas não vim aqui vender uma imagem de santa, demonstrar pena, ou algo parecido, nem vim aqui citar nomes de culpados, só quero relatar um caso, aliás, mais um caso provando o quanto a justiça é falha, atrasada, justiça essa que só, apenas só visa seus próprios interesses, onde a classe social predomina.

Então, quis começar com uma indagação: “Até onde ir por um sonho?” Muitos ficarão pensando, outros talvez já tenham a resposta, enfim cada indivíduo tem uma opinião formada quanto a isso. E esse assunto que também quero citar. Como tudo que acontece em nossas vidas, toda ação tem uma reação, Tatiana, como eu e você seria, foi julgada, caluniada, esquecida, algumas pessoas nada mais fizeram do que apontar, julgar o esforço, culpar a mesma, relembrar fatos ocorridos no passado com a intenção de justificar o estado de saúde de Tatiana. Em controvérsia muitos ajudaram e continuam ajudando [graças a Deus].

Quem diariamente via Tatiana estudando, correndo, treinando, fazendo tudo, absolutamente TUDO sozinha, independente, sem precisar de ajuda e ver hoje uma mulher que depende dos seus pais, marido não apenas financeiramente, mas ajuda física, pois a mesma não se movimenta sem ajuda. Melhoras? Sim teve melhoras sim, mas ainda falta muito para a vida normal vir à tona. Isso é o que mais me deixa chocada, assustada, revoltada com o tal, suposto “destino” de Tati. Acredito que esse não seja o destino dela, aliás, creio muito nisso!

Já foi feito de tudo em busca de sua cura,. Políticos, autoridades já tem conhecimento sobre o caso, até tomaram algumas providencias, sendo estas suficientes aos olhos deles, mas não foram suficientes para a recuperação de Tati. Bom, é agora? Foi cessado o sofrimento? Acabaram as dores? Gente existe aí não apenas uma mudança de vida, mas o que se passa pela cabeça de Tati? E o avesso de pensamentos? 

Acredito que ela mesma vem se perguntando desde o acontecido, o que ela fez para terminar assim. Sonhar demais? Ir à luta com esforço, garra? Será que isso são pré requisitos para sofrer? E sua vida normal onde fica depois disso?
Muitas perguntas indagam quem convive com Tati.

JUSTIÇA! E o que falta, diariamente vê nos meios e comunicação o quanto está atrasada e até mesmo posso dizer cessada nesse país, e devemos nos conformar com isso? NÃO! Não vou ser mais uma a baixar a cabeça diante de mais uma injustiça, não sou e nem somos obrigados a acatar tal realidade, não devemos nos conformar com o que não presta. Pelo contrário, demonstrar insatisfação é um direito nosso, a propósito onde fica a DEMOCRACIA? Os direitos humanos? Bem, se eu fosse prosseguir com tal tema daria várias páginas, e minha intenção não é cansar vocês.
Imaginem o sofrimento de Tatiana e de quem convive com essa realidade, não feche os olhos diante da injustiça. O que queremos? Apenas queremos é justiça, é a cura de Tati, para que esse caso não venha se repetir, cada pessoa tem o direito de lutar por um objetivo.

Quanto ao assunto primordial que é o caso Tatiana, deixo meus agradecimentos a todos que ajudaram e ajudam, seja essa qual maneira for, deixo também minha imensa insatisfação com o governo diante do caso e peço apenas que cada um faça uma reflexão: Até onde você iria por um sonho? Tenho certeza que como Tatiana sonhou, lutou e até hoje luta por um sonho, eu e você faríamos a mesma coisa por um sonho que você tem certeza que é possível, que estar bem na sua frente e que aparentemente tem tudo para dar certo.

Creio que Deus tem o melhor para todos nós, Ele age da melhor maneira, a justiça Divina já está agindo!
Deixo aqui para os que criticam e apontam:
Tati medite:

“Portar-me-ei com inteligência no caminho reto... Não porei coisas más diante dos meus olhos... Afastarei-me das pessoas que agem com um coração malvado... Rejeitarei os que caluniam e os soberbos. Na minha casa não estarão os mentirosos e enganadores... Vou procurar quem queira ser Fiel a Deus para andar comigo...” Sl 101

terça-feira, 21 de fevereiro de 2012


Amigas há muito tempo...

Por Terezinha Souza

                Sou amiga de Tatiana há alguns anos a conheci participando dos eventos da Igreja onde participávamos juntas. Sempre a vi cheia de vida e disposta.

                Como moramos próximas, compartilhávamos os eventos de nossa vida, foi aí que ela me contou do seu sonho de passa no CFO, buscava sempre o aperfeiçoamento físico para fazer tal prova. Encontrei-a várias vezes praticando corrida com seu pai, que é Bombeiro.

                Tatiana quando fez os testes para o CFO sempre passou na aptidão física, isso demonstra que não havia nada de errado com ela, a mesma quando a encontrava nunca reclamou de nada, muito pelo contrário, como já citei estava sempre fazendo suas caminhadas e corridas.
              
               Como não passava no CFO tentou o concurso para soldado do Corpo de Bombeiros que era algo que também lhe agradava, e passou.

                Compreendo assim, que sua saúde física era perfeita, pois sua vida era saudável na prática regular de seus exercícios. Pois ela trabalhava para prefeitura como agente de saúde que requer disponibilidade e disposição física para visitar as famílias que eram confiadas a ela, o que fazia com responsabilidade e boa vontade.

                Qual foi minha surpresa que ao saber de sua convocação para o treinamento para bombeiro que soube do acontecido que lhe traz hoje consequências sérias para sua vida e privação de seus direitos constitucionais e pessoais.
                Sendo assim acredito que Tatiana merece ter sua vida de volta ao menos o respeito pela sua situação.

domingo, 12 de fevereiro de 2012

Voltando a andar lentamente, sem os auxílios...


Por Tatiana Farias.

“Sinto-me como se tudo estivesse em 'câmera lenta', por isso estou muito feliz...”

Sim, estou voltando a andar! (risos)

Muito contente mesmo!

=D

Andar sem auxílio é o que eu mais quero, o que mais desejei desde então. Agora, não imaginava que poderia acontecer tão “rápido”.

Dois pedidos faço a Deus: o primeiro é para não sentir mais dor e o outro é esse. Acredito que assim, aos poucos, voltarei ao normal. O céu é o limite!

Obrigado, meu Pai Celestial! Toda honra e toda glória a Ti!

Não posso me esquecer de agradecer também a equipe de saúde, aos que cuidaram, aos que ainda cuidam e aos que irão cuidar de mim: não canso de agradecê-los.

Talvez você, meu querido leitor, não entenda. Porém quem convive comigo sabe o tamanho da alegria que eu estou sentindo. Alguns amigos me falaram que talvez seja exagerado esse meu sentimento de gratidão, mas a Palavra de Deus diz: “A quem honra, honra”.

“Portanto, dai a cada um o que deveis: a quem tributo, tributo; a quem imposto, imposto; a quem temor, temor; a quem honra, honra“. (Rm 13:7)

E outra, me esforço muito para amar a Deus sobre todas as coisas e, ao meu próximo, como a mim mesma! Explicado.

Estou compartilhando com vocês essa minha semana tão feliz.

Como todos sabem estou numa nova etapa do tratamento e, nessas “novas” terapias, estou me sentindo outra. Ou melhor, a Tatiana de antes: Guerreira!

Isso não quer dizer que alguma vez desde o acontecido deixei de sê-la, mas esta semana foi com determinação total!

Acho que isso foi a ESPERANÇA que veio sobre o meu coração de uma maneira intensa. Imaginei a todo momento eu voltando à minha vida normal, fazendo as coisas mais simples com independência. Obrigada MEU DEUS!

O que falta para mim ainda é cessa essas dores, que por muitas vezes ainda são muito fortes. Se eu deixasse de sentí-las, aí sim eu voltaria a ser completamente a TATIANA de antes!

Peço que continuem orando por mim e sempre peço a Deus uma benção dobrada na vida de vocês!

OBS: Não fiquem ansiosos em me ver andando, pois estou voltando bem lentamente. Na verdade isso acontece ainda na fisioterapia, porém já é grande coisa para nós!

Obrigado a todos vocês pelo carinho!